"Essas palavras que escrevo me protegem da completa loucura." Charles Bukowski

quarta-feira, abril 16, 2014

Uma declaração inesperada

 




(...)

"Peço-te “egoistamente” que não me deixe. Que não se deixe. Que não queira ir. Você faz tanto bem aqui, que por vezes, tenho medo de não fazer o mesmo efeito aí. É que as mulheres são misteriosas, cada sorriso é um enigma. E, eu espero confiantemente que eu esteja sabendo decifrar este, com maestria. Porque você sabe que é a minha escolha preferida. O meu sim, sem arrependimentos. A minha força desconhecida e o total preenchimento do meu peito.
Estarei com você até quando, – que Deus não permita -, venhamos a não estar mais juntos. Porque você sabe que eu sou um homem de palavra, de firmezas e verdades. E se eu disse que sempre estarei por perto para te empurrar para frente, te ajudar a levantar nos tropeços e fazer um curativo nos teus joelhos ralados, é porque eu estarei. Sorrindo. De ombro para as tuas tristezas, de corpo para te dar colo, e de alma para a tua calma.  Porque querida, eu só te quero bem.
Adoro tuas manias e teus vícios. Gosto dos nossos programas caseiros e das nossas discussões sobre como o filme deveria ter terminado. Adoro teus pratos improvisados e iguarias bem elaboradas. Amo as tuas meninices e a tua seriedade quando a vida cobra o seu lado mulher. Mulher que eu quero todo dia, adormecendo e despertando com a cabeça no meu peito. Que nossas brigas sejam desfeitas com doses maiores de amor. E que, no decorrer da vida, possamos construir uma casa, uma família, um álbum de fotos recheado de sorrisos e um acervo de histórias bem vividas para contar aos nossos muitos ou poucos netos nos domingos em família.
E por fim, digo-te que esse teu sorriso aí, é o que me faz recuar. E te amar. E te esperar. E te desejar. E te procurar. E te respeitar. E te eternizar. E te querer comigo até enquanto for possível. E que esse “enquanto” seja para sempre. E que o para sempre, exista."


Wesley Néry

quarta-feira, março 19, 2014

Amar é...







"[...] Amar [...] É aquela vontade danada de andar de mãos dadas durante o dia e de pés dados durante a noite."

Fabrício Carpinejar

sexta-feira, fevereiro 21, 2014

Amor Tranquilo

 
 
 
 
"Já vivi o amor em sua totalidade, pela metade, já amei sozinha e fiz loucuras. Aprendi também que ele não precisa ser devastador o tempo todo. É bom amar baixinho, quentinho, debaixo de um edredom assistindo a qualquer filme enquanto chove. Tem coisa melhor que colocar a cabeça no travesseiro e saber que há alguém que pensa em você antes de dormir? Ou quando, no meio do seu dia de trabalho agitado, você recebe aquela sms que te faz dar um sorrisinho em meio a tanto estresse?

Eu descobri muito mais sobre o amor depois que amei de verdade. Não adianta nos basearmos nos filmes de comédia romântica que, para qualquer que seja a história, há um final feliz. No começo é tudo fofo. Tudo é aceitável, perdoável, tudo é lindo. Mas o tempo passa e aí passamos a conhecer mais um ao outro. Tem confronto de ideias, sabe? Tem projeções para o futuro totalmente diferente umas das outras. E tem ciúmes, meu Deus, o ciúme. Quem disse que seria moleza viver um amor da realidade? Amor, para ser de verdade, não é perfeito. E o bom do amor é saber que os sinais positivos compensam os negativos. Tem turbulências, falta paciência e sobra vontade de permanecer juntos.

Você só vai conhecer o amor de verdade quando sobreviver a um. E acredite, a recompensa é linda."

Isabela Freitas

terça-feira, fevereiro 11, 2014

Case-se com um homem que…






"Queira um cara que vá se emocionar quando vê-la entrando na igreja. E que se emocione com você de pijama acordando. Que te ache linda independente do seu manequim e que se orgulhe de você pelas suas conquistas do dia a dia, até aquelas pequenininhas como conseguir passar do primeiro dia da dieta. Case-se com um homem que vá rir de você quando você fizer um escândalo por ter quebrado a unha ou por ter furado o dedo pregando um quadro na parede. Ele tem que ser do tipo que sabe que você não precisa dele, e por isso mesmo que fica. Fica e vai ficando, vai se alojando no sofá, vai deixando a escova de dentes e quando você for ver, ele vai ter aprendido alguma receita no Google pra tentar te impressionar. Valorize um homem pelo esforço dele, não só pelo resultado final. Você vai perceber que um homem que se esforça pra te ver feliz é um homem que vale mais do que qualquer Encantado que a Disney tentou te vender como homem perfeito. Desconfie de um cara sem defeitos. E aprenda: tipos perfeitos como os dos livros infantis não existem. O que existe são homens que, ao seu modo, conquistam você e fazem pender a balança pro lado das qualidades, enquanto você aprende a lidar com os defeitos."


Daniel Oliveira

Leia o texto na íntegra no Casal Sem Vergonha

sexta-feira, fevereiro 07, 2014

A gente sempre acha...






A gente sempre acha que é especial na vida de alguém, mas o que te garante que você não está somente servindo pra tapar buracos, servindo de curativo pras feridas antigas? Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar..Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não.
Caio F.

segunda-feira, fevereiro 03, 2014

quantos amores>


Imprevisível






Não sabia se podia confiar nela e já estava cansado de sua imprevisibilidade – fria num dia, meiga no outro; irresistivelmente sedutora num momento e insuportavelmente chata no outro.

John Green, no livro Quem é você, Alaska?



segunda-feira, janeiro 20, 2014

Se eu pudesse mudar o passado...







"Se eu pudesse mudar o passado, eu não mudaria. Não mudaria nadinha. Deixaria que eu me decepcionasse de novo. E de novo. Deixaria que eu me machucasse. Mais uma vez. E outra. Deixaria que as feridas sangrassem, e o sangue escorresse. Porque tudo isso fez de mim quem eu sou hoje. E olha, eu sou muito forte."
 
Isabela Freitas

Ao avesso







"Eu queria ser mais organizada, mais controlada, mais decidida. Queria ser mais meiga, mais carinhosa, mais mulherzinha. Eu queria ser uma mulher normal, daquelas que riem com as mãos na boca, colocam guardanapos no colo, e se sentam com as perninhas cruzadinhas. Mas eu não consigo. Eu me atrapalho toda. Eu rio alto, o guardanapo eu derrubo no chão, e sentar de perna cruzada me cansa. É como se eu não pertencesse à esse mundinho fofo cor de rosa. Eu sou errada, não tenho modos, e não sei o que dizer sempre. Mas e daí? As pessoas tem que gostar de mim do jeito que eu sou. E quem não gosta... Que se dane."
 
Isabela Freitas

sábado, janeiro 18, 2014

"Eu estou namorando alguém, mesmo estando casado "

 



"Eu tenho uma confissão a fazer. Eu estou namorando alguém, mesmo que eu seja casado.
Ela é uma garota incrível. Ela é linda , inteligente, astuta, forte e tem uma forte fé em Deus. Gosto de levá-la para jantar, aos filmes, shows locais , e sempre dizer a ela como ela é bonita. Eu não me lembro da última vez que eu fiquei bravo com ela por mais de cinco minutos, e seu sorriso parece sempre iluminar o meu dia, não importa as circunstâncias.
Às vezes, ela vai me visitar no trabalho sem aviso prévio , me faz um almoço incrível, ou até mesmo me surpreende com algo que ela mesma cozinhou. Eu não posso acreditar como tenho sorte de estar namorando alguém, mesmo estando casado. Convido você a experimentar isso também, e ver o que isso pode mudar na sua vida.
Oh! Eu mencionei a mulher que eu estou namorando é a minha mulher? O que você esperava?
Só porque você é casado, não significa que sua vida amorosa deve terminar.
Eu preciso continuar a namorar minha esposa mesmo depois de me casar com ela. A conquista pela minha esposa não deve parar apenas porque ambos dissemos, "eu aceito". Quantas vezes eu não vi relacionamentos pararem de crescer porque as pessoas acham que não tem de conquistar um ao outro mais…
Namorar é um momento onde você começa a aprender sobre alguém de uma forma especial e única. Por que você iria querer que isso um dia acabe? Não deveria. Essas borboletas que você tem no primeiro encontro não devem sumir apenas porque os anos se passaram. Acorde todos os dias e busque aquele que está ao seu lado, como se vocês estivessem nos primeiros encontros. Você vai ver uma mudança drástica para melhor em seu relacionamento. Tenho certeza.
Quando se trata de qualquer relacionamento, comunicação e conquista é fundamental. Ninguém quer estar com alguém que não quer conquistá-lo com todo o seu coração.
Por isso eu digo, namore com a sua esposa ou esposo, tente conquistar todos os dias, e entenda que o namoro não deve terminar só porque você disse, "eu aceito".

Jarrid Wilson 

O seu homem



 
"E ao pensar que se tivéssemos nos encontrado em outra época, muito do hoje provavelmente seria diferente. Queria tê-la esbarrado por agora, momento no qual posso lhe afirmar, estou mais maduro. Queria não tê-la conhecido quando nos conhecemos. Eu era livre demais, egocêntrico demais, errado demais e imaturo demais. Sem a mínima culpa, não me importava se te magoaria ou não e por isso, estamos onde estamos.
Hoje, talvez, eu não seria tão bobo ou totalmente o cara que te conquistou, mas, muito provavelmente, eu seria o cara que você merecia, e que de alguma forma, eu mesmo esperava que fosse. Hoje, em nenhum minuto sequer eu agiria por impulso, toda e qualquer ação minha teria alguma razão e por isso, eu te garantiria, você não derramaria 10% das lagrimas que derramou.
Se por alguma força desconhecida do acaso você tivesse aparecido em outra época, eu não estaria hoje pensando no como poderia ter sido. Certamente, eu estaria pensando em como te fazer sorrir de novo. Se eu tivesse te conhecido semana passada eu estaria disposto mais do que nunca a te fazer feliz, e eu iria. Talvez, por somente agora ter a consciência, de que me tornei o cara que você sempre pediu que eu fosse. Um pouco mais… Homem."


Felipe Fernandes

sexta-feira, janeiro 17, 2014

Um elogio ao amor puro II








"(...) Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos. Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria, maluquice, facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. é uma questão de azar. O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto. O amor é uma coisa, a vida é outra.
A vida às vezes mata o amor. A "vidinha" é uma convivência assassina. O amor puro não é um meio, não é um fim, não é um princípio, não é um destino. O amor puro é uma condição. Tem tanto a ver com a vida de cada um como o clima. O amor não se percebe. Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma. É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha, não larga, não compreende. O amor é uma verdade. É por isso que a ilusão é necessária. A ilusão é bonita, não faz mal. Que se invente e minta e sonhe o que quiser. O amor é uma coisa, a vida é outra. A realidade pode matar, o amor é mais bonito que a vida. A vida que se lixe. Num momento, num olhar, o coração apanha-se para sempre. Ama-se alguém. Por muito longe, por muito difícil, por muito desesperadamente. O coração guarda o que se nos escapa das mãos. E durante o dia e durante a vida, quando não esta lá quem se ama, não é ela que nos acompanha - é o nosso amor, o amor que se lhe tem.
Não é para perceber. É sinal de amor puro não se perceber, amar e não se ter, querer e não guardar a esperança, doer sem ficar magoado, viver sozinho, triste, mas mais acompanhado de quem vive feliz. Não se pode ceder. Não se pode resistir. A vida é uma coisa, o amor é outra. A vida dura a Vida inteira, o amor não. Só um mundo de amor pode durar a vida inteira. E valê-la também."


Um elogio ao amor puro






"(...) O que quero é fazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão.

Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado. Porque se dão bem e não se chateiam muito. Porque faz sentido. Porque é mais barato, por causa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e das calças e das contas da lavandaria. Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo de antemão, fazem planos e à mínima merdinha entram logo em "diálogo". O amor passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-se sócios. Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões. O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica de camaradagem. A paixão, que devia ser desmedida, é na medida do possível. O amor tornou-se uma questão prática. O resultado é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade, ficam "praticamente" apaixonadas.
Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido, do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas, farto de compreensões, farto de conveniências de serviço. Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem, tudo bem", tomadores de bicas, alcançadores de compromissos, banancides, borra-botas, matadores do romance, romanticidas.
Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo? O amor é uma coisa, a vida é outra. O amor não é para ser uma ajudinha. Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso "dá lá um jeitinho sentimental" (...)

quinta-feira, janeiro 16, 2014

Amor de uma noite







Cheguei em casa e o sol já se apresentava para um novo dia. De vez em quando, me pego sorrindo de lado, pensando naquela noite. Nunca mais o vi, mas também não fiz questão de encontrá-lo. Foi tão bom me libertar por algumas horas. Talvez um dia a gente se encontre, mas eu não crio essa expectativa. Ele surgiu para me fazer feliz naquele momento. Aprendi que minha vontade tem vida própria e que podemos abrir algumas exceções na vida, se houver transparência dos sentimentos. Me entreguei sim, me doei e amei sim, mesmo que por algumas horas.


Encontre o texto integral no blog do Chico Garcia ou no blog da Isabela Freitas

reter ou re-ter




Confiram na página Pó de Lua

quarta-feira, janeiro 15, 2014

Ela é perfeita, mas não sabe.






"Geralmente, eu chego em casa cansado. Jogo minhas roupas pelo chão do quarto e sento no sofá com aquela cara de acabado. Ela chega, me grita atenção e fala como uma doida de como foi seu dia. Eu fico entre um “unrum” e outro. Entre uma risada e outra. Mas fico com olhos e ouvidos bem atentos, como um menininho ouvindo uma história de uma heroína que salvou a cidade e ainda lembrou de passar no mercado para comprar meu iogurte predileto.
Ela me faz massagens quando eu peço. Mas só aceita fazer caso eu prometa fazer nela também. Ela trabalha, estuda, inova em seu visual, malha, prepara a comida e ainda arruma tempo para me amar e me pedir para levá-la ao cinema. Às vezes, eu penso como é louco o amor. No começo, eu passava noites em claro só para descobrir a melhor forma de conseguir ter um encontro com ela. E, hoje, ela é quem me convida. No primeiro encontro, eu passei quase duas horas inteiras me arrumando. Coloquei minha melhor roupa e me encharquei com meu melhor perfume só para agradá-la. Hoje, ele me acha lindo de moletom ou suado após o futebol.
Ela me espera. Ela fica ansiosa para me ver e me liga só para dizer que está com saudades. Ela diz que ama e que morre de tesão por mim. Ela me faz carinhos e arranhões que nunca tive e me beija o corpo inteiro. Quando briga comigo por ciúmes é por medo de me perder.
Ela é perfeita, mas não sabe.
O meu lado possessivo até acha isso bom porque no dia que ela perceber que ela é dez mil vezes melhor do que qualquer mulher nesse mundo, vai querer outro cara dez mil vezes melhor do que eu.
E há vários caras perfeitos por aí.
Mas não sei como, ela se encantou por minha barba mal feita, por minhas piadas sem graça e por meus olhos cansados.
Bendita a sorte a minha.
Até hoje, não sei o que falei para ter roubado a atenção dela. E, se um dia descobrir, falarei o dia inteiro. Trato-a como uma rainha tendo a certeza de que não sou merecedor de um lugar em teu altar. Mas me esforço tanto que ela acha graça até das minhas imperfeições.
Você já parou para pensar na sorte que tem em ser o sonho da mulher dos seus sonhos?"


Hugo Rodrigues, em http://www.entendaoshomens.com.br/ela-e-perfeita-mas-nao-sabe/




segunda-feira, janeiro 13, 2014

Um segredo




Sou tímida. Demasiadamente tímida.
Tanto e de tão forma, que não consigo falar de mim ou do que sinto, sem que meus olhos  marejem, cheios d'água.
Eu sou uma caixa preta irrecuperável.
Sem registros.  
Eu sou um segredo que vai morrer desconhecido.

Letras .... .... Tortas



sexta-feira, janeiro 10, 2014

Procurando







"Eu descrevo o amor em palavras de afeto, que me desintegram junto ao consumo excessivo de cafés e descasos. Tô procurando nos livros qualquer poesia sã, que me ensine a não ir embora no primeiro erro, na primeira falta. Tô procurando nos discos qualquer canção, que me incentive a espera e aos velhos espasmos de quando a saudade ainda era uma agradável companhia. Sou habitante do escuro, sem rumo, fazendo silêncio e desafeto arrastarem os móveis da sala, pra dançar a minha mais bonita composição. Quem vê de longe minha solidão, quer comprar companhia, quem vê de perto, tem certeza que a melhor pessoa pra ficar ao meu lado, sou eu mesma."


.: Desconheço a autoria :.


PS: Hoje no meio do meu caos, não coube você.